quarta-feira, 18 de junho de 2014

SALAS DE ESPERA: INFORMAÇÕES PARA O BEM DA SAÚDE

- Métodos contraceptivos: A enfermeira Bruna Rafaela abordou em sua palestra a função do uso de métodos contraceptivos, os vários tipos disponíveis no mercado e a importância do auxílio de um médico ginecologista para definir a escolha de qual método utilizar. A enfermeira também destacou o ‘planejamento familiar’, um conjunto de ações que auxiliam homens e mulheres, em todos os ciclos de vida, a programar a vinda dos filhos e também a evitá-la; direito garantido pela Constituição Brasileira e que cada vez mais está presente na vida dos brasileiros.

- Imunização — Em defesa do organismo: O Dia de Imunização (09/06) foi lembrado em palestra com a enfermeira Emanuelle /HDLEM, que alertou as pessoas quanto à importância da imunização, que tem se sobressaído como umas das estratégias de prevenção mais expressivas, não só no Brasil como no mundo inteiro e de manterem o calendário de vacinação em dias. Imunizar é tornar o organismo resistente e capaz de reagir à presença de certos agentes, como doenças, venenos de animais e outros. As ações de vacinação contribuíram, de forma significativa, para manter a erradicação do ciclo urbano da febre amarela e da erradicação da varíola no Brasil. Outro resultado de destaque é a ausência de registros da paralisia infantil e do sarampo.

- Dengue - Causas, sintomas e tratamentos: A enfermeira Tatiane Fernandes, compartilhou informações sobre a ‘Dengue’, doença febril aguda causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.
Principais sintomas: Febre alta com início súbito (39° a 40°C); Forte dor de cabeça; Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos; Perda do paladar e apetite; Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores; Náuseas e vômitos; Tontura; Extremo cansaço; Moleza e dor no corpo; Muitas dores nos ossos e articulações; Dor abdominal (principalmente em crianças).
Tratamento: Não existe tratamento específico contra o vírus da dengue, é possível tratar os sintomas decorrentes da doença, ou seja, fazer um tratamento sintomático. É importante apenas tomar muito líquido para evitar a desidratação. Caso haja dores e febre, pode ser receitado algum medicamento antitérmico. Em alguns casos, é necessária internação para hidratação endovenosa e, nos casos graves, tratamento em unidade de terapia intensiva.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita!